Multilingual, Português (Portuguese)

Novas Modificações em Sykes Estão Dedicadas a Prevenção de Doenças

Alunos utilizam o Centro de Bem-estar Rebecca M. Sykes para todos os preocupações de saúde, uma coisa que Amy Patel, o Diretor Médico chama um “abordagem holística” ao bem-estar. Enquanto estamos entrando na estação da gripe e os trabalhos de casa começam a aumentar, Sykes se está dedicando a melhorar seus abordagens a assistência médica. Embora Sykes emprega tratamentos reativos e tradicionais de assistência média, Patel disse que Sykes tenta sugerir que os alunos tomem ações preventivas mais cedo. Tratamentos reativos referem-se a tratamentos medicinais dado a pacientes immediatamente, no momento, e para combater um aflição.Tratamento preventivo, de acordo com Patel, é tão simples como lavar os mãos ou imunização. “Se alguém está doente ou machucado ou está precisando de assistência médica, ou necessidade holística… que seja mental, physica, ou emocional, qualquer seja a necessidade vamos dar atenção a essa necessidade,” disse Patel. Patel segue com, “mais ao mesmo tempo, cada visita de um aluno e um oportunidade de analisar como construir o perfil de uma pessoa. Por isso, prestamos atenção às necessidades imediatas de uma pessoa, mas ao mesmo tempo queremos dar ajuda aos alunos no futuro, quando pensam nas escolas e nos estilos de vida saudáveis e pensam em medidas de saúde preventivas.” Patel descreve também como Sykes está no processo de utilizar mediais sociais e outros métodos de informação e educação sobre a saúde eo bem estar menos convencionais. Mais Especificamente, o uso da tecnologia e mídias sociais e uma maneira mais acessível de alcançar mais alunos. “Na verdade, queremos trazer mais ferramentas de mídias sociais , porque alunos são mais propenso a ler umas breves palavras, ou um meme, ou um poster, do que leer quatro parágrafos em um dos nossos e-mails, disse Patel. Patel descreve o processo de lavar os mãos como um exemplo de educação que Sykes pode aproveitar usando mídias sociais. Patel disse, “imunização da nossa comunidade é um dos meios e modos de prevenção, mas é também importante o processo de lavar os mãos. Parece que é tão simple, mas sabemos que é uma coisa que, que as pessoas se esquecem de fazer porque ficam ocupados e preocupados com outras coisas; na nossa comunidade temos vários exemplos de compartilhar e compartilhar é sempre excelente mas compartilhar germes e uma coisa que temos que evitar e queremos promover uma estratégia de prevenção como a de lavar os maos. Uma nova adição aos objectivos de Sykes e uma medida de contrapor reações alérgicas, chamada AllerTrain. Agatha Kip, Nutricionista e Dietista Registrada, tem ensinado em um programas tradicionalmente aplicados a universidades, assim como todo o pessoal de Paresky Commons e o pessoal médico. Ellen Callahan, Enfermeira Clínica, descreve como o pessoal de enfermagem foi formalmente treinado para combater alergias transmitidas por alimentos. “Nos fizemos um treinamento formal de alergias logo antes do começo do ano acadêmico. Já tínhamos recebido treinamento sobre alergias na escola de enfermagem, mas nós fizemos esse treinamento formal por isso somos todos treinados em alergias, e a empregada do Paresky. Mrs. Kip foi o líder dessa campanha,” disse Callahan. Patel espera que a programa vai se estender a outros adultos no campus para combater mais efetivamente os efeitos de alergias mais adversas. Patel disse, “sabemos que o número de alunos com alergias está aumentando, e a maioria deles por causa de sensitividades a comidas. O Objetivo e a prevenção de reação alérgica, por isso precisamos fazer mais treinamentos.” “Ms. Kip e certificada em um programa chamado AllerTrain, que se está usando em universidades e que trouxemos a o Andover; assim nosso staff também está treinado. Gostaríamos ter a oportunidade de estender este proceso aos adultos do campus além dos alunos, porque é um exemplo de prevenção excelente,” segue Patel. Além disso, Sykes está comprometido a melhorar o acesso a programas de saúde mental. Enquanto terapeutas estão disponíveis durante as horas tradicionais de 9h a 17h, tambem temos um teurapeuta disponivel o dia inteiro a disposição dos alunos. “Eu sei que temos cinco teurapetas no andar de baixo. Sei que é possível conversar com um teurapetas demuitas maneiras. se pode falar com o teurapeta na hora, , ou ligar e agendar uma visita, o agendar uma visita pra mais tarde . Temos sempre algum de plantão,” disse Callahan. Patel segue, “durante o dia, nós chamamos eles os CL orientadores psicólogos. E assim, se você entra, e você precisa de algum imediatamente, podemos pedir os serviços deles. Eles estão prontos para conversar com você; Depois, durante a noite , se você precisa deles, e eles não estão no edifício, mas se você vê alguém como eu que pode ser um um bom terapeuta e você está receptivo a ele, depois podemos chamar a pessoa de plantão.

Oct 1, 2018